Advocacia Empresarial, Civil, Trabalhista e Tributária.

Controle de Processos

Newsletter

Endereço

Avenida Higienópolis , 1100 , sala 82
Centro
CEP: 86020-911
Londrina / PR
+55 (43) 33044299

Últimas notícias

Comissão de Agricultura aprova requerimento por mais recursos para o seguro rural dos produtores

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Assembleia Legislativa do Paraná, presidida pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), aprovou em reunião na tarde desta quarta-feira (16) um requerimento por aporte de mais recursos para ajudar os agricultores paranaenses que sofrem com a quebra da safrinha do milho e outras 28 atividades incluídas nesta modalidade de produção nos períodos de entressafra.O documento, assinado pelo próprio Romanelli e defendido anteriormente pelos deputados Marcio Nunes (PSD) e Anibelli Neto (PMDB), membros da comissão, no Plenário da Casa, é destinado à Casa Civil do Governo do Estado e à Fomento Paraná, para que se garantam R$ 5 milhões para a continuidade do seguro rural, criado para proteger os produtores em casos como este.De acordo com Marcio Nunes, um período de seca prolongado, o maior dos últimos 40 anos no Paraná, trouxe transtorno aos produtores que já acionam o seguro agrícola. “Vamos ter uma quebra de safra e rapidamente estamos nos mobilizando e pedindo que o governo nos atenda. Se não for aportada esta subvenção, os agricultores terão que tirar este dinheiro do bolso. A ajuda acaba subsidiando toda a cadeia produtiva, com o frango, porco, peixe, pecuária leiteira, e quem ganha é a população, que não precisará arcar com aumentos nos preços dos alimentos”, explicou.Segundo Romanelli, o Governo do Estado já investiu mais de R$ 42 milhões nos últimos anos em subvenção para o seguro rural. “São necessários mais R$ 5 milhões para assegurar o seguro aos produtores rurais. O documento está sendo dirigido ao chefe da Casa Civil e à Fomento Paraná. Deve ser liberado já, por isso aprovamos o requerimento na comissão, em uma época em que a agricultura enfrenta enormes dificuldades, para que toda a cadeia produtiva de persos setores seja preservada”, afirmou.Projetos – A comissão também aprovou durante a reunião o projeto de lei nº 260/2017, do deputado Luiz Carlos Martins (PP), que proíbe a pesca, comercialização, transporte, processamento e industrialização do peixe “Dourado”, por oito anos, para promover o repovoamento da espécie nos rios do Paraná. Fica autorizada, no entanto, a pesca esportiva dele, na modalidade “pesque e solte”.Foi aprovado também o projeto de lei nº 168/2017, do deputado Tiago Amaral (PSB), que concede título de utilidade pública à Associação de Produtores de Leite de Tamarana; e o projeto de nº 835/2017, do deputado Professor Lemos (PT), que concede título de utilidade pública à Associação dos Produtores Rurais de São Tomé.A comissão ainda aprovou o projeto de lei nº 199/2015, do deputado Professor Lemos, que institui a Semana da Luta pela Reforma Agrária e da Promoção da Cultura da Paz, a ser comemorada anualmente na segunda quinzena de abril; e o projeto de nº 588/2017, do deputado Anibelli Neto (PMDB), que concede título de Capital da Ponkan ao município de Cerro Azul.Participaram da reunião os deputados Luiz Claudio Romanelli, Marcio Nunes, Anibelli Neto e Fernando Scanavaca (Podemos).
16/05/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  1901